ANUNCIE AQUI


Metrosul alerta para descarte irregular de resíduos industriais em Gravataí




Nas últimas semanas foi verificada a chegada de efluente com características industriais na elevatória que direciona o esgoto à estação de tratamento Breno Garcia, em Gravataí. A fim de identificar o lançamento desses resíduos descartados irregularmente e mapear os potenciais poluidores, equipes operacionais da Ambiental Metrosul estão inspecionando as entradas dos poços de visitas (PVs), estruturas que dão acesso às tubulações da região.

A empresa reforça que a liberação de efluentes não tratados geram impactos diretos em todo o sistema de esgotamento sanitário. As estações de tratamento são dimensionadas, em sua maioria, para receber esgoto doméstico e essa carga excedente, além de provocar um desequilíbrio no processo de tratamento, prejudica a eficiência operacional das estruturas. Uma única ação irregular isolada, gera enorme prejuízo à população como um todo.

Vale lembrar, ainda, que o descarte inapropriado de efluentes industriais é caracterizado como crime. Leis nos âmbitos federal, estadual e municipal exigem que as empresas tratem seus líquidos residuais sob pena de multa para quem descumpre as determinações e perda de certificados ambientais como a ISO 14001, por exemplo.


Pedras descartadas nas tubulações danificam equipamentos na ETE Breno Garcia

Neste final de semana, britas jogadas nas redes chegaram à estação de tratamento, avariando tubulações, bombas e válvulas da elevatória em Gravataí (imagem). Para evitar esse tipo de ocorrência e tantos outros prejuízos ao sistema sanitário, a Metrosul alerta a população sobre a importância da correta utilização das redes coletoras de esgoto. Além dos danos ao processo de tratamento e estruturas, o despejo irregular dos resíduos causa danos ao meio ambiente, a transmissão de doenças, a redução de oxigênio na água e destruição da fauna aquática, bem como a completa inutilização do recurso natural para o abastecimento.

A Ambiental Metrosul realiza inspeções e manutenções preventivas nas redes coletoras para que a prestação de serviços seja cada vez melhor, mas é fundamental que cada usuário também contribua para que o sistema seja eficiente.


Via Ascom - foto: Pixabay




Postar um comentário

0 Comentários