ANUNCIE AQUI


Patrícia Alba visita fábrica da vacina russa Sputnik V em São Paulo




Uma comitiva da Assembleia Legislativa esteve na sede da União Química, em São Paulo, nesta sexta-feira (5), para articular a compra da vacina contra a Covid-19 para o Rio Grande do Sul. A farmacêutica detém acordo para produção da fórmula russa contra o coronavírus no Brasil. O presidente do Parlamento, deputado Gabriel Souza (MDB), foi acompanhado dos deputados Vilmar Lourenço (PSL) e Patrícia Alba (MDB), ambos integrantes da Comissão Externa de acompanhamento do processo de imunização da população gaúcha contra a doença, e do presidente do Grupo de Líderes Empresariais do Rio Grande do Sul (Lide-RS), Eduardo Fernandez. De forma virtual, o coordenador da Comissão, deputado Pepe Vargas (PT), acompanhou a visita.

Preocupado com a importância na celeridade da imunização, Gabriel organizou o encontro e a entrega de um ofício reforçando o interesse do RS em adquirir a vacina para a população gaúcha, assim como já manifestado pelo Governo do RS. “Estamos fazendo todos os movimentos necessários para que as doses sejam aplicadas o mais breve possível. São ações importantes para evitar o surgimento de variantes da doença e para o retorno das atividades”, destacou o presidente.

"Vivemos o pior momento da pandemia, e isso demanda uma reação eficiente e ágil do poder público. É hora de unir esforços e trabalhar muito para dar agilidade na aquisição de vacinas e na eficiência das campanhas de vacinação em todos os cantos do nosso Estado", destacou a deputada Patrícia Alba.

Segundo o vice-presidente comercial para a linha de saúde humana da companhia, Vagner Nogueira, a fábrica de Guarulhos (SP) vai produzir a Sputnik V, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, da Rússia. A expectativa da empresa é iniciar o envase de 10 milhões de doses (importadas para o Governo Federal) em abril e, a partir de junho, iniciar a produção no país, que deve alcançar a marca de 8 milhões de unidades por mês. Em relação ao preço da vacina, Nogueira informou que cada aplicação deve custar US$ 13,6. Considerando o valor atual do dólar, duas doses devem sair por cerca de R$ 153,00.

O deputado Pepe Vargas, que também é médico, ressaltou que o Instituto Gamaleya é uma referência na elaboração de imunizantes. “Foi uma reunião fundamental para esclarecer o potencial de fornecimento de vacina da União Química, que afirmou ter condições de, a partir de junho, produzir aqui no Brasil. Precisamos disso", disse o parlamentar.

Ações da AL pela vacina

Entre as ações da Assembleia Legislativa para garantir a vacina para os gaúchos, estão a votação para autorizar o Executivo a adquirir as doses, a criação de uma Comissão de Representação Externa para acompanhar a imunização no Estado, o pedido de antecipação da vacinação dos professores e trabalhadores da educação e ainda a entrega de um documento formalizando a intenção de comprar os imunizantes junto à empresa União Química, reforçado com a visita de hoje.



Por Juliane Soska - Agência de Notícias ALRS - Edição: Info do Vale Notícias - foto: divulgação



Postar um comentário

0 Comentários