ANUNCIE AQUI


Cuidadores de idosos devem estar capacitados durante a pandemia de Covid-19



O aumento da população idosa e os riscos do vírus para essa faixa etária tornaram mais evidentes a importância da especialização desses profissionais
  



A pandemia da COVID-19, provocada pelo novo coronavírus SARS-COV-2, tem acumulado já diversos casos confirmados no Rio Grande do Sul. Apesar da retomada gradual das atividades, as medidas de proteção devem permanecer para um dos grupos mais vulneráveis à doença, o dos idosos. Esta crise serviu como alerta, tanto para as famílias com idosos que dependem de um cuidador, quanto a esses profissionais. Visto que as pessoas com mais de 65 anos possuem o maior índice de letalidade, a profissionalização deste tipo de serviço tem se tornado ainda mais necessária.

Segundo Elza Santos, coordenadora do curso de aperfeiçoamento para Cuidador de Idosos da Escola Profissional Fundatec (EPF), o avanço da tecnologia, possibilitando exames com diagnósticos precoces e a facilidade no tratamento dos pacientes, resulta no aumento da população e, consequentemente, a necessidade de cuidados mais especializados. "Como o crescimento é acelerado, muitas famílias passaram a necessitar do auxílio de cuidadores de idosos, pois muitas não estão preparadas para lidar com o que acontece em decorrência do envelhecimento, como perdas físicas e cognitivas", explica.

Em meio à pandemia, Elza destaca que a tomada de cuidados específicos por parte destes profissionais é de extrema importância para garantir o bem-estar e evitar o contágio, tanto para a pessoa cuidada quanto para o cuidador. "Ao chegar à casa do idoso, deve- se lavar as mãos com água e sabão, além de deixar o sapato na porta e utilizar outro durante a manipulação com o paciente. Trocar de roupa, se for a mesma que andou na rua, ou utilizar um jaleco, são atitudes fundamentais", pontua.

Elza, que possui Doutorado em Fisiologia, também salienta algumas precauções ao iniciar o trabalho, como utilizar álcool 70% nas mãos e superfícies de objetos utilizados pelo idoso, evitar manipular o celular e, caso necessite usá-lo, o mesmo deve ser higienizado com álcool e não ser colocado em locais que o paciente costuma estar. Evitar beijo ou passar as mãos no rosto também fazem parte das prevenções, assim como falar muito próximo ao idoso. Também deve-se utilizar luvas sempre que necessário e estimular a hidratação, seguindo as prescrições dos profissionais.


Acima de tudo, conforme a especialista, para exercer a profissão de cuidador de idoso, inicialmente a pessoa deve ter empatia e buscar qualificação para obter conhecimento acerca do envelhecimento e o que envolve esta fase de vida. Por ser um processo contínuo e progressivo, podem ocorrer alterações anatômicas, funcionais, bioquímicas, psíquicas, entre outros. "Quanto mais o cuidador se aprimora, mais apto ele fica para atuar em adversidades provenientes da idade e do ambiente, como é o caso desta pandemia que estamos vivendo", finaliza.



SAIBA MAIS:


A Escola Profissional Fundatec (EPF) está com inscrições abertas para o curso de aperfeiçoamento para Cuidador de Idosos.


QUANDO: de 23 de junho a 25 de agosto, todas as terças e quintas-feiras, das 8h30 às 12h, na sede da Fundatec (Rua. Prof. Cristiano Fischer, 2012), em Porto Alegre.


PARA QUEM: o curso é direcionado para todos os interessados em adquirir conhecimentos sobre como cuidar de idosos em domicílio, clínicas, instituições e hospitais. Para se inscrever, é necessário ter pelo menos 18 anos e Ensino Fundamental Completo.


OBJETIVO: com aulas teóricas e práticas, a formação visa desenvolver conhecimentos relacionados à saúde de pessoas idosas, ao processo de envelhecimento normal e as situações que permeiam o envelhecer. Ao final do curso, os participantes serão capazes de identificar as necessidades e expectativas dos idosos, prestando assistência de forma a contribuir com a qualidade de vida desses indivíduos e estarão aptos a ingressarem no mercado de trabalho no papel de cuidadores de idosos.



INSCRIÇÕES: as vagas são limitadas e as inscrições estão disponíveis pelo site sympla.com.br/fundatec, por lotes. Informações pelo e-mail comercial@fundatec.org.br.


Por Rafaela Pereira/Ascom Fundatec
Foto: Pixabay


Postar um comentário

0 Comentários