ANUNCIE AQUI


Horto Municipal de Cachoeirinha doa mudas em troca de resíduos orgânicos

















O projeto, iniciado em maio, coleta o equivalente a 170 quilos de lixo orgânico e doa uma média de 200 mudas por semana.


Todas as terças-feiras, das 8h às 12h e das 13h às 16h, o Horto Florestal Municipal Chico Mendes, em Cachoeirinha, fica aberto à comunidade para receber baldes, com tampa, contendo três quilos de resíduos orgânicos, tais como cascas, peles e sementes de frutas, vegetais, folhas, talos e partes estragadas dos mesmos; cascas de ovos, filtro de café, saquinhos de chá e erva de chimarrão. Estão excluídos da lista restos de comida. Em troca, o morador recebe três mudas de espécies bioativas, florestais e ornamentais do Horto.

O projeto, iniciado em maio, coleta o equivalente a 170 quilos de lixo orgânico e doa uma média de 200 mudas por semana. “O lixo orgânico que chega no Horto vai para as composteiras, que geram adubo para alimentar novamente as plantas. É um sistema que se retroalimenta”, conta o coordenador do Horto Municipal e técnico agrícola, Nerison Kortz. 


Em Cachoeirinha, uma pessoa produz cerca de 830 gramas de lixo por dia, sendo a metade orgânico. Para o prefeito Miki Breier, em muitos países, o lixo não é lixo, e sim um negócio. “É um custo alto para o poder público retirar os resíduos de locais inadequados, portanto, temos que incentivar a separação do lixo e a reciclagem”, apontou o titular do Executivo Municipal. O vice-prefeito Maurício Medeiros complementou dizendo que “conscientizar a população é fundamental para obter resultados na questão ambiental”.

A secretária de Educação, Rosa Lippert, lembrou que a pasta tem feito várias parcerias que unem educação e meio ambiente, tais como a 2ª Conferência Escolar pelo Meio Ambiente. “Neste ano, queremos explorar a temática ambiental inclusive na Feira do Livro”, adiantou a titular da pasta. O secretário de Sustentabilidade, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Belarmino Dias Major, elogiou a inciativa do Horto Municipal. “A Prefeitura, as escolas, empresas e instituições de Cachoeirinha estão convidadas para participar do projeto”, convocou Major.

Também às terças-feiras, das 8h às 16h, o Horto promove uma oficina de composteiras domésticas, em parceria com a Associação dos Classificadores de Resíduos Recicláveis de Cachoeirinha (ACRER). “Ensinamos a forma correta de separar o lixo. Na ACRER, trabalhamos com a triagem de 95% dos tipos de materiais recicláveis, exceto lâmpadas; separamos e vendemos para empresas de reciclagem”, explica a presidente da ACRER, Andreia Ribeiro. As inscrições para a oficina podem ser feitas através do telefone 3470-8350 ou pelo e-mail hortoflorestal@cachoeirinha.rs.gov.br


O Horto Municipal está localizado na Rua Capão da Canoa, 45, Bairro Jardim Betânia. O espaço tem cerca de 1,4 km² e conta com mais de 40 espécies nativas, 50 bioativas, 80 ornamentais e exemplares de 50 árvores.


Texto: Andressa de Bem e Canto - Foto: Fernando Planella



Postar um comentário

0 Comentários