ANUNCIE AQUI


Em Cachoeirinha, 7.900 pessoas já estão aptas à tomar a segunda dose, porém não compareceram nas unidades de saúde


O município tem 77,6% da população com, pelo menos, a primeira dose e 62,6%, com o esquema vacinal completo, o que equivale a mais de 82 mil pessoas.


Em um momento que muitas pessoas aguardam para tomar a dose da reforço, cerca de 7.900 pessoas do município de Cachoeirinha já poderiam ter recebido a segunda dose, mas ainda não compareceram nas unidades de saúde. A informação foi divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde. Os dados são referentes até o fim da última semana.

Com exceção da vacina da Janssen, que confere imunidade contra o coronavírus após 14 dias da dose única, as demais (CoronaVac, AstraZeneca e Pfizer) precisam de uma segunda dose e até uma terceira. “Estamos vendo muitos casos de pessoas que buscam a primeira dose, mas quando chega o momento da segunda, não vão até um dos postos. É necessário reforçar que, somente com as duas doses, a imunização está completa e, ainda assim, agora estamos na fase de aplicação da dose de reforço, o que enfatiza ainda mais a importância da D2”, ressalta o secretário de Saúde, Juliano Paz.


Qual unidade procurar para receber a segunda dose?

Para quem tomou a vacina da Pfizer, a segunda dose está sendo aplicada nas unidades ESF Carlos Wilkens, Centro do Idoso, ESF José Ari, ESF José Ramos e UBS Ildo Caçapava (Nova Cachoeirinha). Para a AstraZeneca, deve-se procurar a ESF José Ramos, UBS Décio, ESF Jardim Betânia, ESF José Ari ou ESF Carlos Wilkens. Já para a segunda dose da Coronavac, a unidade responsável é a UBS Décio.

Lembrando que o intervalo entre primeira e segunda dose da Pfizer e AstraZeneca é de oito semanas. Para a CoronaVac, que tem o prazo mais curto, é preciso esperar 28 dias.


Confira dados da vacinação no município

Segundo dados do Estado, já são 101.793 primeiras doses aplicadas, 78.011 segundas doses, 3.172 doses únicas e 8.225 doses de reforço.

Em porcentagem, Cachoeirinha tem 77,6% da população com, pelo menos, a primeira dose e 62,6%, com o esquema vacinal completo, o que equivale a mais de 82 mil pessoas.

Atualmente, a Secretaria Municipal de Saúde está aplicando a terceira dose em idosos acima de 60 anos e trabalhadores da saúde, que receberam a segunda dose até dia 22 de junho, e pessoas com doenças imunossupressoras, que receberam a segunda dose até 25 de outubro.



Texto: Judy Wroblewski/PMC - Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil 



Postar um comentário

0 Comentários