ANUNCIE AQUI


Brigada Militar capacita 162 brigadianos para atuar nas Patrulhas Maria da Penha





Neste dia 6 de dezembro, data em que se celebra o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres, a Brigada Militar estará realizando o ato de formatura de 162 policiais militares no Curso das Patrulhas Maria da Penha, em cerimônia no Auditório do GBOEx, em Porto Alegre.

O objetivo desta data, que existe desde 2007, é conscientizar os homens sobre o papel que precisam desempenhar para colaborar com o fim da discriminação e violência contra as mulheres.

A solenidade da capital reúne brigadianos que frequentaram cinco cursos realizados simultaneamente em Porto Alegre, Canoas, Caxias do Sul, Santa Maria e Pelotas.

Após 30 horas de instrução que abordou temas como Estatística da violência doméstica e familiar no RS, Polícia Comunitária, aspectos gerais sobre violência de gênero e a Lei Maria da Penha, esses policiais militares oriundos de 48 cidades gaúchas estão aptos a integrarem as Patrulhas Maria da Penha, iniciativa da Brigada Militar que, desde 2012, busca o enfrentamento qualificado desse tipo de violência.

Atualmente, são 40 municípios (incluindo Cachoeirinha e Gravataí) que contam com esse tipo de guarnição especializada, das quais nove foram implementadas nesse ano de 2019. Outras localidades já manifestaram interesse e estão aguardando pela implementação das Patrulhas, que realizam um trabalho diferenciado e humanizado, acompanhando o cumprimento das medidas protetivas e encorajando as vítimas a seguir em frente.

Desde o início da ação, já foram atendidas pelas Patrulhas Maria da Penha da Brigada Militar mais de 80 mil mulheres em todo o Estado.

Foto: Divulgação/Governo do Estado



Postar um comentário

0 Comentários