ANUNCIE AQUI


Prefeitura de Gravataí repassará cerca de R$ 700 mil ao Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública




Valor será dividido até o final do mandato do prefeito Luiz Zaffalon


A Prefeitura de Gravataí assinou um convênio com o Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública (Consepro), com o objetivo de repassar recursos aos órgãos de segurança pública que atuam no município. São eles: a Brigada Militar (17º BPM e Pelotão da Polícia Rodoviária Estadual), a Polícia Civil e o Instituto Penal de Gravataí. A ação ocorreu na manhã desta quinta-feira, 20, no gabinete do prefeito Luiz Zaffalon. O convênio prevê repasses de recursos de 2022 até 2024 e destina-se à manutenção de viaturas e instalações físicas, bem como ao atendimento de necessidades imediatas e indispensáveis para a boa prestação de serviços de segurança à comunidade de Gravataí. O valor total para os três anos é de. aproximadamente, R$ 700 mil.


O convênio dá continuidade à iniciativa, já praticada no governo do ex-prefeito Marco Alba, por ter demonstrado êxito, resultando na redução dos índices de criminalidade na cidade. "Sabemos que ainda temos muito o que melhorar em termos de segurança, mas os níveis atingidos, até o momento, são os melhores nos últimos 20 anos", disse o prefeito Zaffa, afirmando sobre a importância de o sistema ser integrado, já que "é a união de forças que traz mais segurança a nossa comunidade", completou.



Segundo o secretário municipal para Assuntos de Segurança Pública, coronel Flávio Lopes, é a cooperação entre poderes e forças de segurança que resulta no combate à criminalidade. "A prefeitura e a sua Guarda Municipal atuam, de forma colaborativa, com os órgãos estaduais de segurança pública. Assim, os índices reduzem por conta desta integração existente", afirmou.

Estiveram presentes, o vice-prefeito Dr. Levi Melo, o delegado de polícia Anderson Spier, que representou o titular da 1ª Delegacia Regional Metropolitana (DRM), o delegado Juliano Ferreira, e os representantes do Consepro Gravataí, presidente Vanderlei Mayer Padilha, vice-presidente Dirceu Lopes e os tesoureiros Rudimar Zanette e Marcelo Euzebio Batista.


Texto: Paloma Vargas/PMG - Foto: Divulgação/PMG  e arquivo 17º BPM


 





Postar um comentário

0 Comentários