ANUNCIE AQUI


Frente Nacional de Luta faz nova mobilização pela regularização de terras em Sapucaia do Sul


Famílias farão ato em frente ao Centro Administrativo, onde devem se reunir com o secretário de Obras e Habitação do RS nesta quinta-feira


Mais de 150 famílias, organizadas na Frente Nacional de Luta Campo e Cidade (FNL), estarão reunidas, às 11h desta quinta-feira (26), com o secretário estadual de Obras e Habitação, José Luiz Stedile. O encontro foi agendado pela deputada estadual Luciana Genro (PSOL), que preside a Frente Parlamentar em Defesa da Moradia Digna, na Assembleia Legislativa, depois que as famílias fizeram uma manifestação no Centro de Porto Alegre, em 16 de novembro.

As famílias ocupam um território destinado à moradia popular em Sapucaia do Sul desde o dia 30 de outubro. O local foi chamado Ocupação Semente de Marielle. O grupo é formado por moradores ameaçados de despejo de uma área da CEEE, em Gravataí, e por famílias de Sapucaia do Sul em situação de vulnerabilidade social.


O movimento reivindica, além do exercício da função social dos territórios ociosos, o acesso a oportunidades de trabalho e a serviços públicos de saúde e educação. As famílias estarão mobilizadas a partir das 9h30min no Centro Administrativo Fernando Ferrari, na Avenida Borges de Medeiros, em Porto Alegre.

De acordo com os organizadores da ocupação, o terreno tem capacidade para acolher mais de 250 novas famílias e regularizar as mais de 400 que já residem, desde 2014, na Ocupação Marielle Franco, comunidade vizinha ameaçada por uma ordem de reintegração de posse. Os novos ocupantes querem que seja extinto o processo de expulsão e que se avance imediatamente nos trâmites de regularização fundiária de toda a área, que conta inclusive com verba de R$ 500 mil, concedida via emenda parlamentar da deputada federal Fernanda Melchionna (PSOL). Esse recurso poderá ser perdido caso a Secretaria de Obras e Habitação do Estado não dê os encaminhamentos à regularização da área, que tem liminar de reintegração de posse concedida à Procuradoria-Geral do Estado.

Famílias pedem ajuda

Os moradores da Ocupação Semente de Marielle precisam de ajuda. São aceitas doações de alimentos, produtos de higiene, cobertores, utensílios de cozinha e roupas, que podem ser entregues em pontos de coleta ou diretamente na ocupação. Os endereços dos locais de coleta em Porto Alegre, Canoas e Sapucaia do Sul estão nas redes sociais da FNL RS ( @frentenacionaldelutars)

Via Ascom - foto: divulgação



Postar um comentário

0 Comentários