ANUNCIE AQUI


Ambiental Metrosul inicia obras para mil conexões à rede de esgoto de Canoas





As intervenções começaram no bairro Niterói e serão estendidas pelos próximos meses, em sequência, às localidades de Fátima, Mathias Velho, Nossa Senhora das Graças, Harmonia, Olaria, Igara, Marechal Rondon, Estância Velha, São José, Brigadeira e Guajuviras. Nesta primeira etapa serão realizadas mil ligações, com conclusão prevista até dezembro, atendendo mais de três mil pessoas. No início de agosto, outras 4,5 mil conexões começaram a ser feitas no bairro Harmonia, em paralelo às obras de construção de 30 quilômetros de rede de esgoto, que serão concluídas ainda este ano. Somadas, as 5,5 mil conexões realizadas em Canoas representam volume equivalente a 1.239 piscinas olímpicas de esgoto que deixam de ser despejadas sem tratamento na natureza.

As novas obras consistem na instalação dos ramais de ligação de esgoto e do terminal de inspeção e limpeza (TIL), estrutura em que é feita a conexão da ligação interna do imóvel à rede pública de esgoto. Até o final do ano, a Ambiental Metrosul antecipará 13,4 mil ligações voltadas à ampliação da cobertura de coleta e tratamento de esgoto na Região Metropolitana de Porto Alegre. Além de Canoas, as intervenções também acontecem em Cachoeirinha e Gravataí e serão executadas, ainda, em Alvorada, Eldorado do Sul, Esteio e Viamão. Com esse total de ligações são 3.019 piscinas olímpicas de esgoto a menos, ao ano, nos mananciais da região.

Para minimizar possíveis transtornos, uma vez que as obras de conexão são realizadas nas calçadas e ruas em frente às residências, a Ambiental Metrosul está avisando a população por meio de mensagens em carros de som, folhetos deixados nas caixas de correio, cartazetes no comercio local e sinalização ostensiva nos canteiros de obras indicando a previsão de conclusão dos trabalhos e os benefícios gerados.



IMPORTÂNCIA DA CONEXÃO À REDE

Ao conectar à rede pública de coleta e tratamento de esgoto, o resíduo gerado nas atividades cotidianas é direcionado às estações de tratamento onde passa por diversos processos que garantem a retirada dos poluentes de forma eficaz, garantindo que o esgoto doméstico retorne à natureza em condições adequadas.

Na Região Metropolitana de Porto Alegre, somente 1/3 das residências contam com coleta e tratamento de esgoto, cobertura que será ampliada para mais de 87% até 2031 com a universalização do sistema de esgotamento sanitário, beneficiando em torno de 1,7 milhão de pessoas.

Além de contribuir com o meio ambiente, ajudando a diminuir a taxa de poluição dos rios Sinos, Gravataí e Caí, o tratamento de esgoto também promove mais saúde, dignidade e qualidade de vida às comunidades e desenvolvimento aos municípios.



Mais informações em www.esgototratado.com.br.



A AMBIENTAL METROSUL


Considerada a maior PPP de saneamento do país, a Ambiental Metrosul, Parceira da Corsan, foi constituída para fazer a coleta, tratamento e disposição final dos esgotos de Alvorada, Cachoeirinha, Canoas, Eldorado do Sul, Esteio, Gravataí, Guaíba, Sapucaia do Sul, Viamão trazendo mais saúde e qualidade de vida a uma população estimada em 1,7 milhão de pessoas.


 Via Ascom - foto: divulgação



Postar um comentário

0 Comentários