ANUNCIE AQUI


Dom João Becker e Unisinos vão garantir mais médicos para Gravataí




Santa Casa de Misericórdia e Unisinos firmaram parceria para levar grupo de médicos residentes da Universidade ao Dom João Becker. Com isso, o hospital irá ampliar a assistência e atender ainda mais gravataienses, principalmente nas especialidades de medicina intensiva (UTI) e cirurgia geral. A oficialização da parceria ocorreu nessa terça-feira (29) com a presença de dirigentes das duas instituições e do poder público municipal. O hospital deve começar a receber os novos médicos no início de 2022. Eles irão atender, principalmente, pacientes do SUS.

O objetivo é de estabelecer a integração das atividades de ensino, pesquisa, extensão e assistência, em áreas onde se desenvolvem os programas da Unisinos. A Universidade irá oferecer equipes de residência ao longo dos próximos três anos, agregando mais médicos a cada ano. “Ao fim desse período, teremos um grupo bem robusto de médicos, oriundos da parceria. A Unisinos conta com docentes de reconhecida qualificação que vão também colocar seus conhecimentos a serviço dos pacientes de nosso hospital”, afirma o diretor médico do Dom João Becker, Fernando Issa.

Para o superintendente do Dom João Becker, a união com a Universidade vai trazer avanços significativos para a saúde de Gravataí. “A Unisinos vem formando residentes com grande capacidade. Essa troca entre os que já atuam aqui e os que virão da Universidade só trará benefícios para os gravataienses”, afirma Antônio Weston. Segundo ele, a região, com densidade populacional elevada, necessita de mais profissionais de saúde.

TECNOLOGIA E HUMANIZAÇÃO - Além de intensivistas e cirurgiões, residentes de outras especialidades devem se integrar ao corpo clínico do hospital. “Tanto a Unisinos, quanto a Santa Casa tem o compromisso de atender a sociedade e nós iremos atuar junto às necessidades locais. Fomos bem recebidos aqui e essa parceria vai durar por longos anos. Nosso curso de Medicina tem um foco importante em tecnologia e humanização e vamos trazer profissionais com essa visão para Gravataí”, afirma o coordenador do curso de medicina, Luciano Diogo. De acordo com ele, a chegada de residentes em clínica médica, ginecologia e obstetrícia também já pode ser vislumbrada no médio prazo.

Outra característica que o professor destaca no modelo de ensino adotado em todos os níveis na Unisinos (desde a graduação até a residência médica) é o entendimento do Sistema de Saúde, seja ele SUS ou Complementar. Isso favorece e agiliza a adoção de protocolos de atendimento. Participaram também da reunião, o vice-prefeito de Gravataí, Levi Melo, e o Secretário Municipal de Saúde, Régis Fonseca, além de dirigentes do Dom João Becker, da Unisinos e da Secretaria de Saúde de Gravataí.


Via Ascom - foto: divulgação

Postar um comentário

0 Comentários