ANUNCIE AQUI


Funcionário público estadual é preso em flagrante por cultivar plantas de maconha em casa



A Polícia Civil, na tarde de quinta-feira (27/05), em ação de combate ao tráfico de drogas em Porto Alegre prendeu em flagrante Servidor Público que cultivava plantas de maconha na sua residência.

A Polícia Civil chegou até o suspeito após o recebimento de diversas informações via disque-denúncia de que um Servidor Público teria diversas plantas de maconha na sua residência.

Os policiais passaram a monitorar uma residência localizada atrás da Cadeia Pública de Porto Alegre, antigo Presídio Central, no bairro Aparício Borges, tendo sido representado por Mandado de Busca e Apreensão.

Durante o cumprimento do Mandado de Busca e Apreensão, foram localizadas diversas plantas de maconha geneticamente modificadas, que produzem drogas conhecidas como 'camarão', porções da droga já secas prontas para uso, bem como três potes contendo sementes para o plantio do entorpecente e telefones celulares. O suspeito confessou ser o proprietário da residência e dos pés de maconha, das sementes e que estava cultivando há aproximadamente um ano para uso medicinal.

O indivíduo, de 41 anos de idade, que não possui antecedentes policiais e que é Servidor da Secretaria de Gestão, Governança e Planejamento do Estado do Rio Grande do Sul há quase 20 anos, foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e encaminhado ao Sistema Carcerário.


Via Ascom/PC - Foto: divulgação/Denarc




Postar um comentário

0 Comentários