ANUNCIE AQUI


Edison Cordeiro questiona a prefeitura por suposta contratação de empresa não habilitada na área da Saúde




Na sessão ordinária desta terça-feira (20) o vereador Edison Cordeiro (Republicanos), trouxe à tribuna um grave questionamento sobre a contratação de uma empresa prestadora de serviços na área de saúde pelo município.

Edison leu em tribuna a edição 1.859 do Diário Oficial do Município desta segunda-feira (19), que consta o Contrato de Prestação de Serviços Nº 015/2021, que informa que uma empresa de dedetização foi contratada para a prestação de serviços de enfermagem, farmácia, fisioterapia e administrativo. Contrato esse que é para a prestação de serviços para a UPA no bairro Jardim do Bosque.

Conferindo o CNPJ da empresa no portal da Receita Federal, ela está registrada para as seguintes atividades econômicas: 71.12-0-00 - serviços de engenharia e 81.29-0-00 - atividades de limpeza não especificadas anteriormente.

Edison informou que entrou em contato com a prefeitura e eles alegaram que teria ocorrido um erro de digitação e que ele seria corrigido. Uma edição extra do Diário Oficial do Município foi publicada nesta terça-feira com uma errata, informando o nome de uma empresa de serviços médicos, que conforme o site da Receita Federal se trata de uma ME (microempresa) fundada em 2014 e com atividades econômicas vinculadas a área da saúde. Ambas as empresas são de Lajeado, interior gaúcho.


O valor do contrato entre a prefeitura e a prestadora de serviço é de mais de R$ 400.000,00 (quatrocentos mil Reais) por um período de 6 meses. 

A edição extra com a errata e o nome da empresa que vai prestar o serviço ser visto clicando aqui.

Via Ascom - Edição: Info do Vale Notícias - foto: reprodução/TV Câmara




Postar um comentário

0 Comentários