ANUNCIE AQUI


Cachoeirinha iniciou nesta quinta as aulas na Educação Infantil, 1º e 2º ano do Ensino Fundamental da rede municipal


Para os demais níveis da rede pública municipal, ainda não há previsão de retorno. Na rede privada, o ensino presencial em todos os níveis está liberado desde quarta-feira, 28 de abril.


Conforme o prefeito Miki Breier, o retorno não é obrigatório e pode ser definido pelos pais e responsáveis dos estudantes. Quem optar por seguir em casa deverá dar sequência às atividades propostas pelo modelo de ensino remoto. “Realizando a sanitização das 33 escolas públicas do município e podemos garantir que o retorno é seguro aos que escolherem as aulas presenciais”, tranquiliza o titular do Executivo Municipal.

As escolas devem observar o distanciamento mínimo de 1,5 metro entre classes, carteiras ou similares, o uso de materiais individuais e a vedação de atividades coletivas que envolvam aglomeração ou contato físico.

A Secretaria Municipal de Educação informa que em Cachoeirinha há um cronograma organizado de entrada/saída, com a criação de fluxo de circulação, conforme o distanciamento controlado. “As turmas terão uma ocupação máxima de até 50%, respeitando o distanciamento. Fizesmo a montagem de grupos para o trabalho presencial, em alternância, de acordo com o número de alunos autorizados ao retorno pelos responsáveis”, explica a secretária de Educação, Rosa Lippert. As orientações completas estão disponíveis nos documentos ao final da matéria. Nesta sexta, dia 30, a Pasta deve avaliar esta primeira fase do processo de retorno, além da adesão dos alunos ao sistema presencial.

O COE Municipal (Centro de Operações de Emergência em Saúde para a Educação) realizou a vistoria das escolas e fez a liberação conforme a observação de todas as condições para o retorno. O decreto que estabelece as normas para o retorno das aulas.

Regras que devem ser seguidas na sala de aula:

– Organizar as mesas e cadeiras para que, na sala de aula, os alunos fiquem em distância mínima de 1,5 m entre eles, em todas as direções;
– Observar o distanciamento interpessoal mínimo de 2 m nos locais de alimentação coletiva ou em que houver a necessidade de retirada da máscara;
– Evitar o contato entre as turmas, estabelecendo rotas e fazendo horários escalonados de intervalo, para que alunos de turmas diferentes não frequentem as áreas comuns de forma simultânea, inclusive nos horários de entrada e saída da escola;
– Organizar horários determinados para fluxo em outros locais de uso comum, sendo vedada atividades coletivas que envolvam aglomeração ou contato físico.

Novo decreto de Bandeira Vermelha

A permissão para o retorno das aulas está amparado na mudança para a classificação de Bandeira Vermelha que valerá até o dia 10 de maio. Na Educação, Cachoeirinha segue parcialmente o decreto estadual e não liberou na rede municipal o ensino para os demais níveis.

Já na rede privada, o ensino presencial em todos os níveis estão liberados desde quarta-feira, 28 de abril. Estão permitidas, também, aulas de cursos de ensino profissionalizante, de idiomas, de arte e cultura e de música. Aulas de esporte, dança e artes cênicas precisam seguir as regras das atividades de ensino e os protocolos de serviços de educação física e/ou clubes sociais, esportivos e similares.


Acesse o decreto municipal aqui: https://bit.ly/3nz862X


Via PMC - Foto: divulgação




Postar um comentário

0 Comentários