ANUNCIE AQUI


Navio Costa Fascinosa tem 40 casos suspeitos de coronavírus




Navio de cruzeiro é o mesmo onde pessoas de Cachoeirinha e Gravataí podem ter se contaminado



Por Flávia Albuquerque - Repórter da Agência Brasil - São Paulo

Pelo menos 40 pessoas que estão a bordo do navio Costa Fascinosa, atracado no Porto de Santos, estão com suspeita de covid-19, segundo informações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Até o dia 1º, oito delas ainda não tinham apresentado sintomas. No domingo (5), surgiram dois novos casos suspeitos. Com isso, a contagem de 14 dias para a quarentena na embarcação recomeçou e segue até o dia 19 de abril. 

De acordo com a Anvisa, um médico embarcará no navio até amanhã (8), depois de um dos médicos que estava embarcado ter descido devido a um mal-estar que, em princípio foi diagnosticado como infarto. Ainda não há diagnóstico conclusivo, mas suspeita-se de que ele tenha contraído o coronavírus. “Com um novo médico, a equipe de bordo voltará a ter quatro enfermeiros e dois médicos para fazer o atendimento dos tripulantes”, diz a Anvisa. 

Na manhã de ontem, a Anvisa autorizou que o Costa Fascinosa se deslocasse para a barra do Porto de Santos, para a realização de manutenção obrigatória, exigida pelas autoridades portuárias e a Marinha. A embarcação deve voltar na noite de hoje ou amanhã de manhã para o atracadouro.

Atualmente, o navio tem 670 tripulantes a bordo. No último dia 5, 75 brasileiros que trabalhavam a bordo deixaram a embarcação após seus testes para covid-19 darem negativo e terem autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária para o desembarque. Eles foram levados diretamente para o aeroporto. 

A Anvisa já fez duas inspeções sanitárias na embarcação para verificar se todas as recomendações estavam sendo seguidas. 

A Costa Cruzeiros informou, em nota, que está atuando em cooperação com os canais diplomáticos, a Anvisa e companhias aéreas para planejar o desembarque dos passageiros de forma segura do navio Costa Fascinosa. 

"A companhia está trabalhando para garantir aos tripulantes o retorno aos seus destinos de origem. Todos os procedimentos de higiene e saneamento estão de acordo com as últimas diretrizes internacionais e visam a preservar a saúde de todos. A condição de saúde está constantemente sendo monitorada pelo pessoal médico a bordo, em colaboração com as autoridades sanitárias brasileiras”, diz a empresa responsável pelo navio.


Movimentação de cruzeiros no Porto de Santos

Desde ontem, a Anvisa acompanha a atracação de outros navios de turismo que estavam na área de fundeio do porto. Os navios já estavam parados desde o meio de março, período em que os cruzeiros marítimos foram encerrados em função da pandemia de covid-19.

São três transatlânticos sem operação no Porto de Santos, nenhum deles com casos de covid-19 a bordo: MSC Seaview, MSC Poesia e o MSC Música. Os tripulantes estão desembarcando de acordo com o horário de voo de retorno ao país de origem, já que eles devem seguir direto para o aeroporto.

No dia 2, 54 tripulantes do navio de bandeira australiana Scenic Eclipse desembarcaram, após a comprovação de que não havia casos do covid-19 entre os embarcados. O navio estava há 26 dias sem parar em nenhum porto. Antes da autorização, a Anvisa analisou os dados de saúde a bordo e as informações da equipe médica que acompanhava a viagem. 


Foto: Divulgação/Costa Cruzeiros


Postar um comentário

0 Comentários