ANUNCIE AQUI


CORONAVÍRUS: Prefeitura de Cachoeirinha fiscaliza 363 estabelecimentos comerciais denunciados pela população



Principais denúncias referem-se a aglomerações e abertura de estabelecimentos não essenciais


“Só a Secretaria de Desenvolvimento Econômico realizou cerca de 50 vistorias desde o início das ações em combate ao coronavírus que restringem o funcionamento do comércio”, relata o responsável pela pasta, Luiz Gouvêa.

As ações que vistoriam os comércios que possam estar em desacordo com os decretos municipais são realizadas conjuntamente pelas fiscalizações Municipal, Sanitária, Fazendária e pela Guarda Municipal.

“O decreto Nº 6867 assinado pelo prefeito Miki Breier dá o poder de todas essas fiscalizações agirem de maneira independente em conjunto. Elas fazem parte do conjunto de ações de combate a contaminação e proliferação do coronavírus. Os estabelecimentos que não seguirem a determinação são orientados, multados ou fechados”, pontuou Gouvêa.

O prefeito Miki Breier lembra que a Prefeitura criou canais para receber as denúncias de comércios que estão em desacordo com os decretos.“Assim que as denúncias vão chegando são encaminhadas para as equipes de fiscais para orientação”, explicou.

Desde a última terça-feira, a Vigilância Sanitária realizou 14 visitas in loco e orientou através do telefone cerca de 60 comércios. Conforme o coordenador, Gelson Braga, as principais denúncias referem-se a não utilização de máscaras de proteção. “Os comércios que na ocasião os funcionários estavam sem máscaras foram orientados. Quanto a higiene e as regras de distanciamento social, a maioria dos supermercados tem colaborado. Todos estes regramentos são muito recentes e todos tem tentado se adaptar”, explicou o coordenador.

A Guarda Municipal recebeu aproximadamente 1.600 ligações com pedidos de fiscalização. Muitas destas solicitações puderam ser orientadas através do telefone, explica a secretária de Segurança e Mobilidade Tatiane Boazão. “Nossos atendimentos geram 253 boletins de atendimento e 15 notificações”, pontuou a secretária.

É preciso que os estabelecimentos sigam normas de prevenção como a constante higienização das superfícies, o distanciamento de mesas e cadeiras, a disponibilização de álcool gel e kits de higiene para os clientes e funcionários.



Via PMC/Foto: Guarda Municipal de Cachoeirinha/Arquivo



Postar um comentário

0 Comentários