ANUNCIE AQUI


Matriz da Pirelli na Itália anuncia fechamento da fábrica de Gravataí



A notícia vinculada na coluna de Economia do Jornal Estado de São Paulo caiu como uma bomba entre os usuários das redes sociais de Gravataí e Cachoeirinha.

O anúncio foi feito pela matriz da Pirelli em Milão, Itália na tarde desta segunda-feira, 13.

A empresa anunciou que pretende levar a produção de pneus para motos da fábrica de Gravataí para a fábrica de Campinas em São Paulo, com o objetivo de ampliar a produção na fábrica paulista, que atualmente só produz pneus para carros.

Além disso, a empresa anunciou que pretende investir 120 milhões de Euros no Brasil até 2021, além de trabalhar em conjunto com o sindicato local para diminuir o impacto social das 900 demissões da fábrica de Gravataí.



Abaixo segue a Nota Oficial traduzida da matriz em Milão: 



Milão, 13 de maio de 2019 - A Pirelli confirma sua presença estratégica no Brasil através de uma reorganização de sua estrutura de produção, o que facilitará a aceleração do foco em produtos de Alto Valor e melhora a competitividade de suas unidades fabris no País, considerando também a difícil contexto econômico.


A Companhia prevê um plano de investimento de 120 milhões de euros para o período de 2019-2021 para a modernização e reconversão de suas unidades de produção de Standard para High Value , e a melhoria contínua do mix e qualidade nas fábricas de Campinas (San Paolo) e Feira de Santana (Bahia). Estes investimentos somam-se aos 320 milhões de euros já desdobrados no período 2013-2018. Essa reorganização fará com que a presença da Pirelli no Brasil seja mais sólida e competitiva.


Em particular, a reorganização exige o fortalecimento da fábrica em Campinas, que hoje produz apenas pneus para carros, por meio da transferência da produção de pneus de Moto da fábrica de Gravataí (RS), que será concluída em meados de 2021. Essa reorganização facilitará a criação de um polo industrial para atender os mercados da América Latina, que serão dedicados à produção de pneus para carros, motos e esportes motorizados, com foco crescente em alto valor. Essa operação permitirá a otimização dos processos de produção e dos fluxos logísticos, também graças à posição favorável da fábrica de Campinas mais próxima da produção de instalações de fabricantes de automóveis e motocicletas, e seu aprimoramento permitirá a contratação de cerca de 300 pessoas até 2022.


Os recursos relativos à reorganização são derivados principalmente da assinatura do acordo fiscal para a Caixa de Patentes, que ocorreu em outubro de 2018 e, conforme anunciado na época, vai para o foco adicional em Alto Valor e redução mais rápida do Padrão. segmento.


Ao mesmo tempo, com o objetivo de chegar a um acordo com os sindicatos durante o período de transferência da produção, a Empresa realizará todas as ações possíveis para mitigar o impacto social na planta de Gravataí, que hoje emprega cerca de 900 pessoas.


Em particular, como primeiro passo nesse caminho e considerando a confirmação recebida da Prometeon Tire Group de sua presença industrial em Gravataí, a Pirelli e o Prometeon Tire Group avaliarão de forma recíproca as ações destinadas a mitigar o efeito sobre o emprego, de forma compatível com as condições do setor. mercado local ea competitividade dos respectivos negócios.


PUBLICADO EM: 13 MAIO 2019, 20:12 CET  


Foto: Google Street View

Postar um comentário

0 Comentários