ANUNCIE AQUI


Sete vereadores rejeitam abertura de impeachment contra Miki e Maurício



A 9ª Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores, que ocorreu na noite desta terça-feira (29),  analisou a denúncia por infração político-administrativa em desfavor do Prefeito afastado Miki Breier e o seu Vice, Maurício Medeiros.

A denúncia foi apresentada e protocolada na Câmara de Vereadores no início da tarde desta segunda-feira, por Luiz Henrique da Fonseca e o advogado Adriano Luz. 


O primeiro secretário na Mesa Diretora, vereador Fernando Medeiros, faz a leitura da denúncia em plenário das quase 200 páginas do requerimento.

Na votação em plenário, os vereadores decidiram por 7 votos contrários e 5 a favor do recebimento da denúncia, rejeitando a abertura do processo de impeachment contra o prefeito afastado e o prefeito em exercício.

Apesar da votação não ter sido nominal, na transmissão on-line pode ser visto como cada um dos vereadores votou, já que os que eram contra a abertura da investigação tiveram de ficar de pé para registrar seu voto.

Votos favoráveis a abertura da investigação:

-  Fernando Medeiros
- Uilson Droppa (suplente assumiu no lugar do Marco Barbosa, que estava impedido legalmente)
-  David Almansa
- Mano do Parque
- Nelson Martini

Votos contrários a abertura da investigação:

- Deoclécio Mello
- Felisberto Xavier
- Francisco Belarmino Dias - Major
- Jussara Caçapava
- Brinaldo Mesquita
- Gelson Braga
- Jordan Protetor

Os vereadores Edison Cordeiro, Gilson Stuart e Paulinho da Farmácia estão em viagem oficial em Brasília. O vereador Juca Soares não votou por problemas técnicos na transmissão on-line fornecida pela Secretaria Estadual de Segurança. O vereador Cristian Wasem só votaria em caso de empate por ser o presidente.


Por Redação Info do Vale Notícias
Foto: divulgação/CMC
29/03/22




Postar um comentário

0 Comentários