ANUNCIE AQUI


GRAVATAÍ | Mais de 2 mil alunos da rede estadual de ensino são beneficiados por parceria entre o Elefante Letrado e o Governo do RS



Estudantes de 16 escolas da cidade estão tendo acesso a todas as funcionalidades oferecidas pela Plataforma de Leitura


O ano de 2022 inicia com a continuidade da sólida parceria do Elefante Letrado com o Governo do Estado do Rio Grande do Sul, iniciada ainda no último ano. A plataforma digital, que apoia a formação do hábito da leitura e o desenvolvimento da compreensão leitora em estudantes do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, vem auxiliando no letramento de mais de 2 mil crianças espalhadas em 16 escolas da rede estadual de ensino de Gravataí, além de mais de 200 mil em todo o Rio Grande do Sul.

Com o Elefante Letrado, os estudantes têm acesso a uma biblioteca digital de A a Z, com mais de 700 livros em português. O acervo literário, selecionado por meio de curadoria especializada, conta com diferentes gêneros e complexidades, e está organizado em 5 níveis de proficiência. Ao final das leituras, os alunos realizam jogos pedagógicos, respondem a atividades de escrita, gravam suas leituras e muito mais. Aos professores e gestores educacionais, a plataforma fornece relatórios atualizados para acompanhamento do desempenho dos estudantes.

Para disfrutar de todo o acervo de maneira mais fácil, os alunos recebem uma carteirinha de acesso para que possam encontrar o acervo de maneira prática através do site ou do aplicativo do Elefante Letrado.


Sobre o Elefante Letrado

Presente em 558 cidades de todos os Estados brasileiros e em 9 países como língua de herança, a Plataforma de Leitura Elefante Letrado conta com mais de 7 milhões de livros lidos desde a sua fundação, em 2014. São disponibilizadas obras de diferentes gêneros textuais (contos, poesias, crônicas, fábulas, entre outros), classificados de acordo com níveis de proficiência do leitor. Os estudantes fazem seu próprio percurso de leitura, escolhendo entre títulos variados e avançando nos diferentes níveis à medida que realiza os jogos de compressão leitora, que estão alinhados aos descritores da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Com isso, os professores têm acesso, em tempo real, a relatórios de desempenho dos estudantes, permitindo que educadores e alunos reflitam sobre o progresso nas diferentes habilidades de leitura.

Mais detalhes no site www.elefanteletrado.com.br

Via Ascom - foto: divulgação




Postar um comentário

0 Comentários