ANUNCIE AQUI


Operação Viúva Negra realiza prisão em condomínio de luxo em Gravataí




A Polícia Civil realizou a prisão de três pessoas na tarde desta sexta-feira (30), duas em Porto Alegre e uma mulher de 31 anos em um condomínio de luxo em Gravataí. Foram 10 meses de investigações.

O marido da mulher presa em Gravataí, também é alvo da operação, mas ele já está detido na Penitenciária Estadual de Canoas, desde dezembro de 2020. Ele continuaria comandando as ações do grupo mesmo da prisão.

A Polícia Civil conseguiu tirar das ruas, mais ou menos 3 toneladas de maconha no último ano devido a várias operações da Polícia. Toda essa droga seria distribuída pelo grupo na região metropolitana. Uma dessas apreensões acabou gerando a detenção de um vereador de Cachoeirinha e outras duas pessoas no final do ano passado, onde a Polícia apreendeu em torno de 600 quilos de drogas. O grupo movimentava em torno de 4 toneladas de drogas por mês, que eram distribuídas em diversas cidades da região metropolitana e partes de Porto Alegre.

A Polícia aponta que a mulher detida na operação (que tem antecedentes por homicídio), era dona de uma loja de roupas que era usada como fachada para desviar as atenções dos negócios vinculados ao tráfico de drogas.

O trio preso está sendo investigado em outros inquéritos do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc), como lavagem de dinheiro, posse ilegal de arma de fogo, entre outros.

Os policiais recolheram um veículo Audi na operação, além de informar que a mulher teria sacado em torno de 7 mil reais de auxílio emergencial, que é destinado a pessoas de baixa renda.



Com informações GZH - foto: PC/RS



Postar um comentário

0 Comentários