ANUNCIE AQUI


Grupo de Medicina da Unisinos passa a viver rotina do Dom João Becker



A relação entre o Dom João Becker e a Unisinos se amplia. Além do recente anúncio da chegada de médicos residentes em Medicina Intensiva (UTI) e Cirurgia Geral, previsto para o início de 2022, o hospital vai abrir espaço para professores e alunos da graduação participarem do dia a dia no hospital, com estágios em clínica médica, a partir dos próximos dias. Mensalmente, um grupo de doze alunos vai viver a rotina do Dom João Becker e auxiliar o corpo clínico no atendimento de pacientes, sob a coordenação dos professores Dra. Thais Secchi e Dr. Rafael Beltrame.


Para o Hospital, a união com uma instituição como a Unisinos vai potencializar a qualidade da assistência oferecida para a comunidade de Gravataí. “A academia dentro do hospital estimula a qualificação constante, visto que os alunos vão questionar, novas possibilidades diagnósticas poderão surgir e é preciso ter as respostas”, afirma o diretor médico do Dom João Becker, Dr. Fernando Issa. Segundo ele, todos saem ganhando: o futuro médico, o Dom João Becker e, principalmente, o paciente.


De acordo com professores da Unisinos, a presença no hospital permite colocar em prática inovações que o curso já promove aos futuros médicos. “Em nossa graduação estimulamos o uso do ultrassom no beira leito, o que favorece o diagnóstico. E é bem provável que futuramente os médicos deixem o estetoscópio e passem a carregar o seu próprio aparelho de ultrassom”, comenta Rafael Beltrame. Segundo ele, daqui a alguns anos será corriqueiro ter o aparelho conectado ao celular do médico, facilitando o manuseio e proporcionando mais segurança para a perfeita análise do paciente.


HUMANIZAÇÃO - Esse atendimento junto ao leito também favorece o tratamento. “Poderemos evitar, muitas vezes, o deslocamento do paciente da ala de internação para a realização de exames”, destaca Thaís Secchi. Isso também faz parte do processo de humanização proposto pela Universidade. De acordo com a Unisinos, o curso de Medicina busca a formação de um médico sensível e capaz de escutar, apto a utilizar tecnologias apropriadas em cada nível de atenção, segundo os princípios do SUS.


Via Ascom/HDJB


Postar um comentário

0 Comentários