ANUNCIE AQUI


Luciana Genro quer audiência pública sobre discriminação a vereadoras trans no RS




A deputada estadual Luciana Genro (PSOL) está solicitando uma audiência pública junto à Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da Assembleia Legislativa para tratar da perseguição às vereadoras transexuais e travestis do Rio Grande do Sul. O pedido ocorre neste dia 1º de Junho, que marca o início do Mês do Orgulho LGBT, e após reportagem do Fantástico ter denunciado, no dia 30, uma série de ataques a estas parlamentares. O requerimento deve ser votado na sessão do dia 9 de junho e então será definida uma data para a atividade.

“Precisamos garantir o livre exercício dos direitos políticos destas vereadoras eleitas e fortalecer a luta contra a transfobia em todos os espaços”, disse Luciana Genro.

Única mulher e única pessoa negra na Câmara Municipal de São Borja, a vereadora Lins Roballo (PT) está sofrendo discriminação por parte dos demais parlamentares, que ameaçam cassar seu mandato. “Após tomar conhecimento dessa situação, imediatamente entrei em contato com a vereadora Lins Roballo para colocar o nosso mandato e a Comissão de Direitos Humanos à disposição desta luta contra a transfobia que ela vem enfrentando na política”, reiterou a deputada Luciana Genro.

Além de Lins, o Rio Grande do Sul possui outras duas vereadoras trans: Regininha (PT) em Rio Grande e Yasmin Prestes (MDB) em Entre-Ijuís. Na Câmara Municipal de Porto Alegre a ativista trans Natasha Ferreira é suplente de vereadora pelo PSOL.

Luciana Genro também convidou a vereadora de São Paulo pelo PSOL, Érika Hilton, para participar da audiência pública. Devido às ameaças que vem sofrendo, inclusive de morte, a parlamentar, que foi a mulher mais votada da cidade, precisa andar com segurança.

A deputada é coordenadora da Frente Parlamentar em Defesa da População LGBT na Assembleia, além disso presidiu a Comissão Especial Para Análise da Violência Contra a População LGBT no início de 2019, quando produziu um relatório final com 38 propostas de combate ao preconceito no estado. Além disso, Luciana Genro publicou em 2019 a segunda edição da Cartilha de Direitos LGBTs da Bancada do PSOL.


Por Samir Rosa de Oliveira - foto: divulgação 





Postar um comentário

0 Comentários