ANUNCIE AQUI


CORONAVÍRUS | Frente Parlamentar se reúne com secretário da Saúde e entidades civis




Encontro ocorreu na manhã desta segunda-feira (31), na Câmara de Vereadores

Buscando propor ações de combate e prevenção ao coronavírus (Covid-19), a Frente Parlamentar de Enfrentamento ao Covid-19, se reuniu com o secretário municipal de Saúde, Dyego Matiello e representantes das principais entidades civis da cidade, subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Centro das Indústrias de Cachoeirinha (CIC), Observatório Social e Rotary Industrial.

O presidente da Frente Parlamentar, vereador Alcides Gattini fez a abertura dos trabalhos, fazendo um relato da importância da presença das entidades civis ao encontro, para que juntas possam contribuir com as ações necessárias para o enfrentamento da pandemia na cidade. Ele convidou o secretário Dyego para fazer um resumo das ações da prefeitura no combate ao Covid-19. Dyego informou sobre a montagem do hospital de campanha no ginásio municipal, além de informar a vinda de quase R$ 400 mil por parte do governo federal. Dyego reforçou a importância do isolamento social, que deve ser seguido por todos.

O vereador Marco Barbosa informou que um empresário da cidade colocou à disposição da prefeitura um prédio com salas climatizadas, para que seja usado no combate ao coronavírus.“Se a prefeitura tiver interesse, esse empresário está cedendo temporariamente o prédio, que fica bem localizado e próxima da Avenida Flores da Cunha”, comentou Marco.

A representante do Observatório Social, a advogada Jaqueline Santos, pontuou que medidas precisam ser tomadas rapidamente para atender as famílias carentes que já sentem os impactos do isolamento. “O Poder Público tem de ter uma central de distribuição de alimentos, pois não podemos deixar que um estado de pânico tome conta da população”, comentou Jaqueline. Além disso, ela apresentou um plano de contingência onde a prefeitura economizaria mais de R$ 4 milhões em seis meses com a redução dos gastos com a limpeza urbana da cidade. Esse dinheiro seria investido na compra de alimentos.

Para Tarcis Dornelles, presidente da OAB subseção Cachoeirinha, é preciso achar um meio termo para preservar vidas e também a economia. Pois uma tomada de decisão em conjunto, só fortalece a sociedade.

José Airton Venso, presidente do Centro das Indústrias de Cachoeirinha (CIC), entende que é de extrema importância cuidar da saúde dos grupos de risco e das crianças. Ele entende que o isolamento vertical seria o caminho mais adequado para preservar a vida das pessoas e manter a economia da cidade em funcionamento.

Para o representante do Rotary Industrial, Airton Espíndola, é muito importante que nesse momento, campanhas de recolhimento de doações de alimentos sejam centralizadas no Banco de Alimentos, para evitar falhas na distribuição e para garantir que as doações cheguem a quem realmente precisa.

O presidente da Câmara de Vereadores, Edison Cordeiro, fez o relato de que o Poder Legislativo sugeriu para a Prefeitura a criação de um fundo específico para o combate ao Covid-19. Assim a Câmara Municipal poderia repassar recursos que seriam usados exclusivamente em ações contra a pandemia.

Também estiveram presentes os vereadores Duda Keller, Paulinho da Farmácia, Deoclécio Mello e Jacqueline Ritter. 

Foto: André Guterres


Postar um comentário

1 Comentários

  1. atender familias carentes, vão atender os gari que ficarao sem salario ?

    ResponderExcluir