ANUNCIE AQUI


ULBRA vai fechar o Colégio São Mateus em Cachoeirinha






A Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), atráves de sua mantenedora, informou que no final do ano encerrará as atividades de quatro escolas de ensino infantil e médio, inclusive o Colégio São Mateus, no bairro Granja Esperança em Cachoeirinha.


A Ulbra passa por uma crise financeira e o fechamento das quatro escolas faz parte do plano de recuperação da entidade, que recentemente teve seu pedido de recuperação judicial negado. 

Nos últimos anos essas escolas tiveram diminuição no número de alunos, dando prejuízo para o grupo educacional. No caso do São Mateus, a escola tem menos de 200 alunos, sendo que nem turma do terceiro ano do ensino médio possui por falta de alunos.

É triste ver uma escola que foi considerada modelo na cidade e com uma ampla área física ter um fim como este. 


A ULBRA agora tenta um recurso junto ao Tribunal de Justiça obter a garantia legal para sua recuperação judicial e assim dar garantia aos credores de sua manutenção e manter o funcionamento de todo o conjunto restante do grupo educacional.



Escolas que serão fechadas após dezembro, além do Colégio São Mateus de Cachoeirinha:



Escola Fundamental Ulbra Paz (Canoas)
Escola Fundamental Ulbra São Marcos (Canoas)
Colégio Ulbra Concórdia Manaus (Manaus)




Abaixo segue nota da Ulbra sobre a recuperação judicial


Confiante em que a Recuperação Judicial seja a melhor solução para reorganizar as finanças da Rede Ulbra de Educação e solucionar as dívidas com os credores, a Aelbra, mantenedora da Instituição, informa que nesta sexta-feira, 21 de junho, interpôs Recurso de Apelação da decisão do juiz Marcelo Lesche Tonet, da 4ª Vara Cível da Comarca de Canoas, que havia indeferido o pedido de Recuperação Judicial. A solicitação passa a ser apreciada pelo Tribunal de Justiça.


No texto do recurso, fundamentado no Código de Processo Civil, artigos 1.009 e seguintes, e nas disposições da Lei n.º 11.101/2005, a Aelbra ressalta que o instrumento da Recuperação Judicial beneficiará não apenas a Instituição mas também os credores, por permitir a quitação das dívidas de forma mais organizada, segura e viável. A instituição lembra que dispõe de suficiente viabilidade operacional para se permitir pensar em sua perpetuidade quando superada a crise. Há crise econômica, mas não operacional.


A Aelbra reforça que o recurso à Justiça não interfere na rotina acadêmica, nem nas atividades das escolas de Educação Básica da Rede Ulbra de Educação. Todas as disciplinas previstas continuam ofertadas, os trabalhos acadêmicos e escolares seguem normalmente, assim como o calendário de aulas e demais atividades.


O pedido de Recuperação Judicial faz parte de um plano de reestruturação da Instituição iniciado em outubro de 2018. O objetivo é quebrar o ciclo de dificuldades financeiras que impede a Instituição de estancar e solucionar sua dívida. A medida possibilitará que a Instituição equacione seus débitos, preserve a continuidade das atividades educacionais e retome a saúde financeira. 



Escola São Mateus em Cachoeirinha

Postar um comentário

0 Comentários