ANUNCIE AQUI


CACHOEIRINHA | Guarda Municipal promove aula de defesa pessoal para as mulheres



A atividade teve como foco a prevenção aos casos de abuso sexual e ao feminicídio.

Na manhã desta quarta-feira, 20 de março, a Guarda Municipal de Cachoeirinha promoveu uma aula de defesa pessoal para as mulheres. A atividade, integrante do Março Lilás, teve como foco a prevenção aos casos de abuso sexual e ao feminicídio. A aula se baseou nas técnicas de Jiu-jitsu, prática que também é oferecida na sede da Guarda às mulheres interessadas em defesa pessoal. A Guarda já realizou aulas de defesa pessoal em municípios como Esteio, Sapucaia, entre outros.

A presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Comdim), Maria de Fátima Silva Rosa, falou da importância de se ter uma atividade contra o feminicídio no Março Lilás. “Este fenômeno da violência contra a mulher não é novo, mas agora ele está ecoando em toda a sociedade”, afirmou.

A vereadora Sueme Pompeo de Mattos declarou que a autodefesa se mostrou como uma questão relevante a ser abordada no Março Lilás, visto que diz respeito a todas as mulheres. “Ontem foi aprovada na Câmara de Vereadores a Frente Parlamentar pelos Direitos da Mulher, que representa um avanço na nossa luta. Não queremos ser mais nem menos que ninguém, nossa luta é por igualdade”, complementou.

A corregedora da Guarda Municipal, Ana Paula Santa Helena, agradeceu em nome da Guarda e disse que “as mulheres devem ter consciência da sua força, nós podemos nos defender e ajudar outras mulheres a enfrentar situações de abuso e violência”.

A aula iniciou com um alongamento com todas as mulheres presentes. Depois, sobre um tatâme, o inspetor-chefe da Guarda Municipal, Rudimar Silveira, o inspetor da Guarda Municipal Tarcísio da Cunha Batista e a filha dele, Héryka Gonçalves Batista, de 14 anos, demonstraram diversas técnicas de defesa pessoal, com base no Jiu-jitsu. Batista é campeão sul-brasileiro de Jiu-jitsu e explicou: “sempre levamos a Héryka, que também luta Jiu-jitsu, nas aulas abertas de defesa pessoal, para mostrar que é possível a todas as mulheres se defenderem”.  

Por Andressa de Bem e Canto - Foto: Carol Cândido 





Postar um comentário

0 Comentários