ANUNCIE AQUI


A realidade é um mate muito amargo no Rio Grande do Sul



Ficou fácil para o candidato vencedor do pleito ao governo do estado fazer mil promessas em sua campanha, visto o total desconhecimento por grande parte da população da real situação financeira do Rio Grande do Sul.

Alguns acham que o Estado vive assim em migalhas por falta de boa vontade do Sartori. O que a maioria não sabe, ou não quer acreditar é que não existe milagre, para tirar as finanças do Rio Grande do Sul do vermelho, sem muito trabalho e austeridade. 

Não será tarefa fácil, para o governador eleito Eduardo Leite, conduzir o fogo deixado pela herança maldita do PT e que Sartori se queimou e muito em combatê-la.

O remédio será um mate muito amargo, e mesmo quem não goste de chá terá que se acostumar.

A realidade, é que apenas 2% de toda a arrecadação, fica disponível para investir em todas as áreas do Estado e o governador Eduardo Leite terá que trabalhar com esses 2%, e cumprir todas as promessas que ele fez.

Por Reginaldo de Jesus

Foto: Agência Brasil

Postar um comentário

0 Comentários